Anestesia

A anestesia evoluiu substancialmente desde os seus primórdios. Hoje, ela é utilizada em suas mais diversas formas em procedimentos estéticos e cirurgias plásticas. É importante falar abertamente com seu médico sobre todas as suas dúvidas para que ele possa tranqüilizar você em relação a anestesia e outros componentes de seu procedimento.

A anestesia atua de diversas maneiras. É um analgésico que alivia ou bloqueia a dor, um amnésico que impede que o paciente se lembre da cirurgia e um imobilizador – para evitar que o paciente se mova enquanto o cirurgião está operando. A anestesia pode também promover a inconsciência e eliminar ou reduzir os batimentos cardíacos acelerados, respiração rápida e controlar o aumento da pressão arterial.

São quatro os tipos de anestesia mais usados em cirurgia plástica:

Anestesia local

É usada para evitar a dor na área da cirurgia. Durante a anestesia local isoladamente, o paciente permanece acordado e consciente de tudo ao seu redor ou sob leve sedação.

A sedação é administrada por via intravenosa (pela veia) e pode ser associada a outros tipos de anestesia durante a cirurgia. A sedação inclui uma combinação de medicamentos que ajudam a evitar dor e ansiedade decorrentes de procedimentos médicos.

Anestesia regional

A anestesia regional é uma denominação que engloba uma série de técnicas anestésicas distintas quanto à execução e à indicação. Essas técnicas têm em comum o fato de a anestesia ser produzida com o auxílio de um anestésico local e ser circunscrita a uma determinada área do corpo. São técnicas de anestesia regional:

Bloqueios tronculares: um nervo é bloqueado após a deposição de anestésico local sobre ele. Algumas anestesias para cirurgias de face são bloqueios tronculares.

Bloqueios espinhais: neste caso, os anestésicos locais são utilizados a fim de bloquear a passagem do impulso doloroso pela medula espinhal. As técnicas utilizadas são o bloqueio subaracnóideo (raqueanestesia) e a peridural.

Anestesia geral

A anestesia geral é usada para procedimentos médicos amplos. Além de induzir o paciente ao sono, a anestesia geral evita qualquer dor, e previne que o paciente se lembre do procedimento mais tarde. Os fármacos incluídos na anestesia geral são inalados ou injetadas na veia.

Complicações da anestesia

Independentemente do tipo de anestesia, equipamentos são utilizados durante a cirurgia para monitorar a frequência cardíaca, pressão arterial, temperatura, oxigenação e ventilação adequada. O monitoramento foi projetado para reduzir o risco de complicações.

A intercorrência mais comum da anestesia é náusea ou vômitos. A medicação adequada pode ser administrada para reduzir esse risco.

Informações adicionais

A decisão sobre o tipo adequado de anestesia envolve cirurgião plástico, anestesiologista e o próprio paciente. Antes de qualquer cirurgia é necessário coletar uma série de informações sobre sua saúde para determinar o tipo mais adequado de anestesia. Essa lista deve incluir:

  • A história médica
  • Medicamentos em uso
  • Tabagismo e consumo de álcool
  • Alergias
  • Experiência anterior com anestesia
  • Reações adversas à anestesia
  • Reações de membros da família à anestesia

Seu médico irá avaliar essa lista durante sua consulta e imediatamente antes do procedimento, quando também irá perguntar quando foi a última ingestão de líquidos ou alimentos. Você pode ser solicitado a restringir a ingestão de alimentos e bebidas por um determinado período de tempo antes do procedimento. No caso de anestesia geral, esse período normalmente é de oito a 12 horas.

Recuperação

Conforme o tipo de anestesia utilizada, a recuperação pode levar entre uma e seis horas. Depois de qualquer tipo de anestesia, é recomendável ficar pelo menos 24h sem dirigir, sem operar máquinas pesadas e sem tomar decisões judiciais.

O descanso é a chave. As instruções variam de acordo com o procedimento. Seu cirurgião plástico também irá fornecer uma lista de instruções pós-operatórias que devem ser seguidas para reduzir o risco de complicações.

Localização

Dom Romualdo de Seixas, (Entre bernal do Couto e Jerônimo Pimentel)
Umarizal – Belém – Pará
Cep: 66050-110
(91) 3349-4459 | 99991-2293
WhatsApp para atendimento: 98407-0244

Atendimento de 08:00hs às 19:00hs
de Segunda a Sexta-feira.

Dr. André Melo © 2015. All Rights Reserved.

Desenvolvido por yeti labDesenvolvido por yeti lab